Benefícios

Quais Benefícios Sociais o Trabalhador tem direito

O Seguro Desemprego é um programa criado pelo Ministério do Trabalho e Emprego em parceria com a Caixa Econômica Federal. Ouvimos interesse no seguro desemprego quando vem a ocorrer a demissão, demissão sem justa causa a se lembrar, e perdura até o trabalhador se restabelecer no mercado de trabalho. É direito do cidadão receber o Seguro Desemprego por lei na Constituição Federal, artigo 7º.

Quem tem direito ao Seguro Desemprego?

Para receber o Seguro Desemprego 2019, o trabalhador precisa ter a carteira assinada, trabalhar no mínimo 6 meses na empresa e ter sido demitido sem justa causa.

O benefício também atinge o trabalhador que foi suspenso por estar participando de algum curso de qualificação profissional fornecido pelo empregador, aos pescadores profissionais que ficam parados nos períodos de reprodução dos peixes, àqueles trabalhadores que prestavam serviços em condições semelhantes à escravidão (sem carteira assinada, recebendo menos de 1 salário mínimo, etc.) e que conseguiram sua liberdade, não estar recebendo nenhum benefício da Previdência Social, exceto auxílio-acidente e pensão por morte, não possuir renda própria para seu sustento e de sua família, entre outros.

Para saber mais sobre quem pode receber o benefício acesse o site do Ministério do Trabalho e Emprego, e vá à opção outras modalidades.

Os beneficiados são pagos conforme a tabela do Seguro Desemprego 2019, gerada a partir da solicitação do benefício.

Read More
Educação

Provas do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb)

Começou nesta segunda-feira (7), em todo o Brasil, e vai até o dia 18 próximo, a aplicação das provas do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb), de acordo com a data especificada para cada escola. Cerca de 6,2 milhões de estudantes de 71 mil unidades de ensino públicas e particulares participam da avaliação, em 5.538 municípios. Os resultados serão divulgados em julho do próximo ano.

Realizado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), o exame é composto pela Avaliação Nacional do Rendimento Escolar (Anresc), conhecida como Prova Brasil, e pela Avaliação Nacional da Educação Básica (Aneb). A Prova Brasil é aplicada em escolas públicas urbanas e rurais que tenham no mínimo 20 estudantes matriculados no quinto e no nono anos (quarta e oitava séries) do ensino fundamental. A Aneb avalia as redes pública e particular de ensino e abrange o terceiro ano do ensino médio. Nesta edição do Saeb, cerca de 1,9 mil escolas particulares participam da avaliação.

Se você deseja ficar mais perto do sucesso profissional é preciso dedicação e estudo, com o programa Educa Mais Brasil 2019 você pode estudar com bolsas de estudos de até 70%, ficando assim muito mais fácil de arcar com os custos. O programa possui parceria com diversos centros de ensino espalhados pelo país;

Para participar do programa basta realizar as inscrições Educa Mais no site oficial e informar os dados necessários para a aprovação. A grande vantagem é que as inscrições ficam abertas durante o ano todo, assim fica mais fácil de você participar.

Especial – O Inep realizará também, no mesmo período, a edição especial da Prova Brasil direcionada aos municípios que reúnem pelo menos dez matrículas no quinto ano, mesmo que os estudantes estejam distribuídos em várias escolas. A edição especial permitirá a inclusão de maior número de municípios no índice de desenvolvimento da educação básica (Ideb).

Provas – Cada prova do Saeb é constituída por dois blocos de língua portuguesa e dois de matemática. As escolas recebem boletim de desempenho e os resultados são liberados para consulta pela internet, na página do Inep. Como o alvo da avaliação é a unidade de ensino, não são divulgados resultados do desempenho individual dos estudantes.

 

Read More
Educação

Como ter aprovação no vestibular da Unime

Cerca de 40 jovens participantes do programa Na Trilha do Emprego foram aprovados no vestibular da Unime e, a partir de agora, além de uma qualificação profissional terão uma carreira acadêmica, abrindo novas portas do mundo do trabalho. Os cursos que os jovens do Trilha vão cursar são: Direito, Odontologia, Serviço Social, Fisioterapia, Ciências Contábeis, Farmácia, Pedagogia e Educação Física.

O grupo que alcançou êxito no vestibular compõe uma turma mantida pela Fundação de Administração e Pesquisa Econômica – Social (Fapes), parceira da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre) no programa de formação profissional de jovens entre 16 a 29 anos.

Para prestar um vestibular e ser aceito em uma universidade, é necessário que você já tenha concluído o ensino médio, caso contrario pode adquirir seu diploma de conclusão realizando o Exame do Encceja 2019, que acontece todos os anos e auxilia milhares de jovens a dar continuidade aos seus estudos.

A inscrição no programa pode ser realizada de forma online e dentro do prazo, é importante também que você se enquadre em todos os requisitos.

O Na Trilha do Emprego é uma iniciativa de qualificação profissional do Governo do Estado executada pela Setre com recursos do Fundo de Combate à Pobreza (Funcep) para acolher jovens baianos que concluíram ou estão em processo de conclusão do ensino médio, visando sua inserção no mercado de trabalho.

Read More
Veículos

Dicas de transferência de veículos

Alguns meses atrás nós falamos sobre como dar um veículo para baixo para evitar problemas potenciais tais como ser multado por não ter a ITV em vigor, mas … e se queremos vender o veículo que já caiu? Ou simplesmente transferi-lo para outro proprietário porque não queremos que nosso homem seja. Neste artigo, vamos ver quais etapas devem ser seguidas e quais os requisitos que temos para atender.

Assim, se fizermos o cancelamento temporário da matrícula ou se temos atualmente segurados ou a ITV expirado, sem RJ enfrentar problemas para vender o veículo ou transferi-lo para outro proprietário. Os passos a serem ignorados são simples e muito semelhantes aos que deveriam ser realizados se o veículo não fosse descarregado.

Antes de adquirir um veículo é importante saber quais os impostos que devem ser pagos e quanto você irá gastar com o mesmo. Entre suas obrigações está a realização do pagamento do Seguro DPVAT, IPVA e Licenciamento do veículo. Caso você não as pague, estará transitando pelas rodovias de forma ilegal.

Como registrar o seu carro

Registre o veículo na DGT. O primeiro passo é registrar o veículo no Tráfego, pagando a respectiva taxa. Se o ITV não estiver em vigor, o veículo será emitido, mas a respectiva Permissão de Circulação não será emitida. No caso de fazê-lo, será indicado que a Permissão de Circulação não será válido até que ele passe no ITV.

Transfira o veículo para o novo proprietário. Sem ter que passar pela ITV, a respectiva transferência de propriedade pode ser realizada sem nenhum problema. A única advertência é que a Permissão de Circulação indicará que não será válido até o ITV ser aprovado. Passe o ITV. O novo proprietário do veículo vai passar o ITV e ir novamente para o tráfego para solicitar o certificado de matrícula que irá indicar que o veículo já pode circular.

Entenda ainda sobre o Seguro DPVAT RJ 2019.

Mudança de propriedade do carro

Em primeiro lugar, o mais importante em todo esse processo de aquisição de um carro de segunda mão está na DGT, onde você deve comunicar a mudança de propriedade, o que implica uma mudança de proprietário ou proprietário nos registros. Ele será descarregado pagando as taxas correspondentes que seriam em torno de 9 euros.

Uma vez liberado, o novo proprietário ainda não poderá circular, uma vez que não será emitida nenhuma Permissão de Circulação e, se emitirem documentos, será uma licença que especifica que ela não é válida até a passagem da ITV. Não em todos os casos, esta gestão pode ser realizada, porque é devido à existência de um selo no carro ou qualquer outro tipo de carga, em tais casos, será ilegal realizar este procedimento.

Read More
Benefícios

Como se cadastrar em benefícios sociais do Governo

Para fazer o cadastro no Bolsa Família 2019 inicialmente você deve se inscrever no CadÚnico (Cadastro Único para Programas Sociais), que pode ser realizado diretamente na prefeitura ou no CRAS (Centro de Referência em Assistência Social) do seu município. Depois de inscrito no CadÚnico, você deverá solicitar o bolsa família cadastro na prefeitura da sua cidade, comparecendo no local com os seguintes documentos:

  • Responsável titular: Identidade, CPF ou título de eleitor;
  • Membros da família: Qualquer documento de identificação, como RG, CPF, título de eleitor, certidão de nascimento ou casamento ou carteira de trabalho. Por precaução, recomendo que leve todos os documentos pessoais de cada membro da família;
  • Comprovação de rende familiar, no caso será necessário que a família comprove que vive com valor igual ou superior a R$ 77,00 mensais e por isso necessita do benefício;

Seleção Bolsa Família

Vale lembrar, que não são todas as famílias que realizam o bolsa família cadastro que recebem o benefício, existe um processo de seleção realizado pelo MDS (Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome). A seleção é feita de forma automática, dando preferência para as famílias com menor renda.

Como Receber o Benefício

Para receber o benefício, é necessário possui o cartão Bolsa Família, esse cartão é emitido automaticamente após a aprovação da família no programa. O cartão pode ser recebido em casa através dos correios ou retirado pessoalmente em uma agência da Caixa, essa questão varia de acordo com a cidade. Após receber o cartão do Bolsa Família, o beneficiado precisa ir até uma agência da Caixa ou casas lotéricas para efetuar o cadastramento da senha e poder sacar o benefício.

Calendário Bolsa Família

Depois de cadastrado no programa e com o cartão Bolsa Família em mãos, o beneficiado deve estar atento ao calendário bolsa família 2019, pois nele constam as datas nos quais serão realizados os pagamentos mensais do benefício. Além disso, também é possível consultar saldo bolsa família pela internet e saber quando o seu benefício está disponível para saque.

Read More
Concursos

Como entrar para o Comando da Aeronáutica

Está aberto o processo seletivo da Aeronáutica que tem como objetivo a contratação de 36 novos Controladores de Tráfego Aéreo. Quem quiser participar poderá se inscrever até o dia 20 de janeiro. Os contratados receberão um salário bruto inicial de R$ 3.267,00.

Foi lançado o concurso público do Comando da Aeronáutica que visa à contratação para o Controle de Tráfego Aéreo. Para participar do processo de seleção o interessado deverá ter idade mínima de 17 anos e possuir ensino médio completo. Também é requisito excludente que o candidato não possua idade superior a 25 anos até o dia 31 de dezembro deste ano. No edital do processo seletivo há mais informações acerca dos requisitos básicos para concorrer a uma das vagas.

As pessoas que tenham interesse em participar do processo seletivo da Aeronáutica, deverão realizar a sua inscrição até o dia 20 deste mês. O valor a ser pago pelo direito à participação no certame é de R$ 60. A avaliação dos candidatos será feita através da realização de várias etapas, as quais são: exame de saúde, exame de escolaridade, avaliação psicológica, análise documental, teste de aptidão física. Segundo as informações contidas no edital, a aplicação das avaliações deverá ser feita no dia 15 de março.

A seleção que tem o intuito de recrutar novos participantes do Curso de Formação de Sargentos será ministrado a Escola de Especialistas da Aeronáutica (EEAR) na cidade de Guaratinguetá (SP). O curso terá uma duração de dois anos. Logo de concluir esta etapa e ser aprovado no mesmo, o aluno receberá o título de Terceiro-Sargento, o seu salário será de R$ 3.267,00.

A realização das provas do concurso ocorrerá nas cidades de Campo Grande (MS), São José dos Campos (SP), São Paulo (SP), Manaus (AM), Curitiba (PR), Belo Horizonte (MG), Rio de Janeiro (RJ), Porto Alegre (RS), Porto Velho (RO), Fortaleza (CE), Recife (PE), Belém (PA), Salvador (BA) e Brasília (DF).

Read More
Negocios

Franquias para investir até 100 mil Reais

Com a proximidade da ABF Franchising Expo, o maior evento do segmento no mundo, que acontecerá de 13 a 16 de junho em São Paulo, muitos empreendedores e futuros interessados em entrar no franchising, começam a buscar informações sobre o setor, as marcas, produtos e serviços. Em 2011 surgiram 176 novas redes no mercado brasileiro, que reúne 2.031 marcas. Além disso, o setor faturou em 2011, segundo dados da Associação Brasileira de Franchising (ABF), R$ 88,8 bilhões.

Para quem está interessado em ingressar nesse universo cada vez mais atrativo, conheça franquias com investimentos de até R$ 100 mil:

  • Estreante na Feira da ABF, a rede SóBrancelhas apresenta serviço inédito no segmento de franchising. A empresa oferece produtos para sombrancelhas para clientes e salões 32 mil usuários cadastrados no portal. Seus grandes atrativos são o baixo investimento inicial (R$ 15 mil) e a possibilidade de atuar de porta em porta
  • Com mais de 50 cursos dispostos em 20 módulos diferentes e 20 anos de know-how, o Grupo Roda Viva já capacitou mais de 4 milhões de alunos e está presente em mais de 900 municípios brasileiros e também no exterior com marcas licenciadas. Para abrir uma unidade da rede da RodaViva Plus, o investimento inicial é de R$ 47 mil, já inclusos taxa de franquia e outras despesas.
  • Considerada a terceira maior rede do país, segundo dados da Associação Brasileira de Franchising (ABF), a Semana do Alemão conta com 1560 unidades em todo o Brasil. O método, criado na Alemanha em 1958 pelo professor Alison Wagner, possui em todo o mundo mais de 4 milhões de estudantes, divididos em suas quase 25 mil unidades. O investimento inicial para a abertura de uma unidade varia de R$ 15 mil a R$ 30 mil, de acordo com a região de abertura. O prazo de retorno do investimento é de 18 a 24 meses.
  • A Bicho manso é uma rede de franquias especializada em promoção e representação comercial para atender empresas que buscam renovar, ou, então, ampliar sua carteira de clientes. Para se ter uma unidade da marca, o investimento inicial varia de R$ 7.500,00 (home-based) a R$ 15 mil (master franquia), incluindo neste valor as taxas de franquia, treinamentos e ferramentas básicas. O prazo de retorno dos investimentos varia de 6 a 12 meses.
  • A rede de franquias Folha fresca desenvolve e comercializa uma gama de produtos naturais e orgânicos. Com linhas de alimentação, beleza (mais de 100 itens desenvolvidos sem petróleo e corantes), pet e higienização de carro e casa, o investimento para ser franqueado da marca é de R$ 98 mil e o prazo de retorno varia de 18 a 24 meses.
  • Adaptada ao formato home-based, a HOMEdicina, rede especializada na fabricação, comercialização e distribuição de produtos odontomédicos, possibilita ao futuro empreendedor ter sua própria franquia com investimentos a partir de R$ 20 mil. Há 14 anos no mercado, a marca conta com 23 unidades e mais de 3 mil produtos licenciados, atendendo a consultórios médicos e odontológicos, além de grandes hospitais. O prazo de retorno do investimento varia de 12 a 18 meses.

Read More
Back To Top